.posts recentes

. DOENÇAS E PRAGAS

. HIDROCULTURA

. PLANTAS DE BARRICA NO INV...

. DAR FORMA ÀS PLANTAS

. UM TEMA DELICADO: A REGA ...

. O SOLO APROPRIADO

. RECIPIENTES PARA PLANTAS ...

. VASOS, CAIXAS E BARRICAS

. PLANTAS DE VARANDA E DE T...

. PLANTAS NA COZINHA E NO P...

.arquivos

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

Quinta-feira, 14 de Maio de 2009

DAR FORMA ÀS PLANTAS

 

   Com o tempo, algumas plantas mais velhas tornam-se desajeitadas, desfolhadas na parte inferior, demasiado pernaltas e adquirem um aspecto lamastimável; muitas delas podem ser podadas sem qualquer dificuldade. Para dar uma nova forma às plantas, é preciso efetuar o corte dos lançamentos atempadamente. E para que elas possam trepar de uma forma mais graciosa, necessitam do suporte certo.

 

 

( as grades fixas a uma base móvel podem assumir perfeitamente a função de divisórias, criando espaços limitados em áreas de maiores dimensões)

 

   Algumas das mais belas plantas de cor são induzidas a uma formação floral mais rica através de um corte de rejuvenescimento. Uma buganvília suporta este procedimento tão bem como uma rosa-da-china ou a nobre flor-da-quaresma, uma azaléia ou abutilão. Todas elas agradecem a poda em flor durante o período de vegetação iminente. A condição para o sucesso dos procedimentos de poda é um utensílio bom e, sobretudo, limpo. Para podar rebentos fracos é necessária uma faca afiada, para os ramos lenhosos, uma tesoura de poda. O importante é que se corte precisamente acima de um nó e que o local da poda fique uniforme; os cortes esmagados danificam os rebentos. As plantas carnudas podem derramar líquido, sangram; nesses casos deve-se borrifar com água. No caso da poda de um tronco espesso, em que o local do corte adquire grandes dimensões, deve ser friccionado com um pouco de carvão vegetal em pó.

 

 

( Os suportes para plantas trepadeiras proporcionam uma proteção graciosa, mesmo quando utilizados para plantas cuja parte superior é muito volumosa, como por exemplo a sempre-noiva)

 

   A robustez da poda depende não só da espécie, mas também da qualidade específica de um vegetal. Uma árvore-da-borracha cujo tronco de 1m de altura apenas apresenta algumas folhas na área superior, deve ser podada 12 a 15cm acima do rebordo do vaso. Em breve bortarão novas folhas do tronco. Depois da poda, as plantas não  devem ser regadas em abundância, pois o corpo de folhas que exige a maior parte da rega está bastante reduzido.

   A desponta é uma técnica menos radical do que a poda. Este processo consiste em comprimir as jovens pontas dos rebentos com as unhas dos dedos, de forma a induzir a ramificação da planta para obter um porte denso. Em muitas plantas de flor é possível reforçar, deste modo, a sua predisposição para florir.

   As plantas trepadeiras em crescimento que estão em barricas precisam de um suporte para poderem crescer numa parede ou numa cerca. As plantas que trepam por elas próprias, apenas precisam de um suporte no início. Posteriormente, desenvolvem vários métodos de se fixarem nas paredes. As plantas que não desenvolvem esta capacidade, têm de ser fixadas no lugar desejado. Mesmo os novos rebentos devem ser sempre fixados.

   Existem os mais diversos suportes: as estacas de bambú são adequadas para as plantas de curta duração. deste modo, podem ser ligadas numa espécie de rede sem qualquer problema. Com a ajuda de cordéis, é também possível formar uma grade a partir destas estacas. As colchetas e os clipes podem ajudar a fixar um arame ao longo de uma parede. Deste modo, surge uma circulação livre de ar, reduzindo-se o ataque de pragas.

 

 

 

( A poda feita no lugar certo induz quase todas as plantas a um porte vigoroso. É possível atingir uma forma fundamentamente nova através do corte realmente radical dos lançamentos)

 

  


publicado por Mel às 20:05

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.relógio

. visitas


contador de visitas

.Bipolaridade

http://odiaadiadabipolaridade.blogs.sapo.pt/

.Dicas para donas de casa

http://donadacasa.blogs.sapo.pt/

.Coisas de gatos

http://minhasgatas.blogs.sapo.pt/

.Aquários e peixes

http://terapiadaaquarofilia.blogs.sapo.pt/

.Artesanato

http://vamosfazerarrte.blogs.sapo.pt/